Sistema respiratório: Constituição e Funcionamento

O sistema respiratório é o responsável pela absorção de ar que contém o oxigénio que o organismo precisa para produzir energia

Compartilhar

O sistema respiratório é o responsável pela absorção de ar que contém o oxigénio que o organismo precisa para produzir energia que servirá para realizar várias atividades e pela retirada do ar que contém dióxido de carbono que é prejudicial ao seu funciona- mento.

PUBLICIDADE

Constituição

O sistema respiratório é constituído pelas vias respiratórias e pelos pulmões.

As vias respiratórias são fossas nasais, faringe, laringe, traqueia e brônquios. E, nos pulmões encontram-se bronquíolos e alvéolos.

Sistema respiratório do homem
PUBLICIDADE

Fossas nasais – é o órgão por onde o ar entra, é filtrado pelos pêlos para reter bactérias e partículas estranhas, aquecido e humedecido.

Faringe – é o órgão por onde o ar passa para chegar a laringe. Este é o órgão comum aos sistemas respiratório e digestivo pois, é por onde passam o ar e os alimentos.

Laringe – é um órgão em forma de tubo que liga a faringe à traqueia.

Na laringe encontra-se a epiglote que fecha a traqueia quando o alimento estiver a passar para o esófago para que este não entre nas vias respiratórias. Na laringe também se encontram as cordas vocais que são responsáveis pela fala

Traqueia – é o tubo que transporta o ar para os pulmões. Este se ramifica em dois brônquios.

Brônquios – são as ramificações da traqueia que penetram nos pulmões. Bronquíolos – são as ramificações que penetram nos alvéolos pulmonares. Alvéolos – são sacos ricos em vasos sanguíneos onde ocorrem as trocas gasosas. Pulmões – são dois órgãos com formato esponjoso geralmente de cor rosa.

Diafragma – é um músculo localizado abaixo dos dois pulmões, que divide a caixa torá- cica da abdominal. O diafragma é responsável pelos movimentos respiratórios.

PUBLICIDADE

Movimentos respiratórios

Movimentos respiratórios - Inspiração e Expiração
PUBLICIDADE

Durante a respiração dois movimentos distintos acontecem:

1º – O diafragma baixa, os músculos intercostais contraem, a caixa torácica e os pulmões dilatam e o ar entra. Esta é a inspiração.

2º – Quando o diafragma volta a posição normal, os músculos intercostais relaxam, o ar é retirado dos pulmões e a caixa torácica e os pulmões voltam ao tamanho normal. Esta é a expiração.                                             

PUBLICIDADE

Hematose pulmonar

Hematose pulmonar é a troca gasosa que acontece nos alvéolos pulmonares.

A hematose acontece quando o oxigênio inspirado chega aos alvéolos pulmonares. Nos alvéolos o oxigênio difunde-se no sangue presente nos capilares transformando o sangue venoso em sangue arterial e o gás carbônico presente nos capilares difunde-se para o interior dos alvéolos onde é expulso para fora do organismo através da expiração.

PUBLICIDADE

Efeito da atividade física na respiração

A realização da atividade física é benéfica para o funcionamento do organismo.

Para o sistema respiratório a atividade física aumenta a capacidade de consumo de oxigénio pelo organismo, reduz a ocorrência de gripe, resfriado e infeções respiratórias.

PUBLICIDADE

Efeito do fumo de tabaco nos pulmões

Quando a pessoa fuma provoca uma elevação de temperatura que queima as vias respiratórias e os pulmões. Há aumento de produção do muco e os brônquios e alvéolos começam a ser destruídos, provocando enfisema pulmonar (falta de ar) e bronquite. Os fumantes são acometidos com maior frequência por infeções como sinusites, pneumonias e tuberculose.

PUBLICIDADE

Doenças do sistema respiratório

Asma – é a inflamação dos brônquios produzindo secreções que impedem a passagem normal do ar. A manifestação é através de tosse e chiado no peito.

Pneumonia – é uma doença infeciosa provocada por um vírus, bactéria, fungos ou reações alérgicas. A manifestação da doença é através de tosse, febre alta, dor torácica, alterações na pressão arterial e mal-estar.

Rinite – é o processo inflamatório da mucosa que reveste o nariz e pode ser de curta ou longa duração. As principais causas da rinite são as infeções por vírus, bactérias ou fungos e alergias a poeiras, bolor, pólen, pêlos ou tecido de animais.

A manifestação da rinite é por obstrução nasal, espirros, secreção e coceira nasal que se intensificam perante poeira, grãos de pólen e clima seco.

PUBLICIDADE

Medidas gerais de prevenção das doenças respiratórias

Para se prevenir das doenças respiratórias é necessário:

  • Evitar locais aglomerados, principalmente os fechados;
  • Manter os ambientes limpos e arejados abrindo as janelas;
  • Evitar o uso excessivo de ar condicionado e ventoinhas;
  • Evitar fumar;
  • Lavar sempre as mãos;
  • Consumir alimentos que aumentam imunidade como vegetais, sementes, peixe e frutas;
  • Realizar atividades físicas regularmente;
  • Beber água regularmente e nas quantidades recomendadas.
PUBLICIDADE

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sites MozEstuda

Please select a template!

© 2024 – MozEstuda. Todos os direitos reservados