Acrotomofilia: Etimologia, Conceito, características, causas e consequências

 Acrotomofilia é a preferência sexual por pessoas que tenham alguma parte de seus corpos amputada. 

Compartilhar

 Acrotomofilia é a preferência sexual por pessoas que tenham alguma parte de seus corpos amputada.  A acrotomofilia é considerada uma parafilia porque envolve uma preferência  sexual por algo que não é considerado convencional ou socialmente aceitável.


I. ACROTOMOFILIA:
ETIMOLOGIA, CONCEITO E CARACTERÍSTICAS

PUBLICIDADE

1.1. O
que é Acrotomofilia?
 

A acrotomofilia é um termo que se
refere a um interesse ou atração sexual por pessoas que têm uma amputação ou
uma deficiência que resulta em uma parte do corpo ausente.

 

 Acrotomofilia é a
preferência sexual por pessoas que tenham alguma parte de seus corpos amputada.
É um parafilia pois a excitação é proporcionada justamente pela falta daquela
parte.

 




A apotemnofilia ou amelotatista é
uma variação da acrotomofilia em que a pessoa sente excitação quando um membro
do próprio corpo é amputado. Essa condição também pode ser considerada uma
parafilia.

 

É importante ressaltar que a
acrotomofilia e a apotemnofilia não devem ser confundidas com o desejo de
amputação voluntária, conhecido como Transtorno de Identidade Integridade
Corporal (TIIC). 

O TIIC é uma condição psicológica
rara em que a pessoa sente uma forte necessidade de ter um membro do corpo
amputado para se sentir completa.

 




PUBLICIDADE

1.2. Qual
é a etimologia da palavra Acrotomofilia?
 

A palavra
“acrotomofilia” é derivada do grego “akron” (extremidade),
“tome” (cortar) e “philia” (amor ou atração).

A acrotomofilia é considerada uma
parafilia, o que significa que é um comportamento sexual atípico e não é
considerado saudável ou aceitável pela maioria das sociedades. 

  




PUBLICIDADE

1.3.
Quais são as características da Acrotomofilia?
 

A acrotomofilia pode ter várias
características, incluindo fantasias sexuais repetitivas, comportamentos
sexuais compulsivos e preocupação excessiva com com um ou mais membros
ausentes.

 Pessoas com acrotomofilia
podem ter dificuldades em estabelecer e manter relacionamentos sexuais
saudáveis e satisfatórios com parceiros que não têm deficiências ou amputações.

A pessoa que tem acrotomofilia
pode ser atraída por pessoas que têm uma ou mais partes do corpo amputadas,
como braços, pernas, dedos ou mãos.

  




II.
CAUSAS, CONSEQUÊNCIAS, SINTOMAS E TRATAMENTO DA ACROTOMOFILIA

PUBLICIDADE

2.1.
Quais as causas da Acrotomofilia?
 

As causas exatas da acrotomofilia
ainda não são completamente compreendidas, mas acredita-se que possa estar
relacionada a fatores psicológicos e emocionais, como traumas de infância,
experiências sexuais precoces ou disfunções sexuais. 

Alguns especialistas também
sugerem que a acrotomofilia pode estar relacionada a uma disfunção cerebral que
afeta a forma como o cérebro processa a sexualidade.

  




PUBLICIDADE

2.2.
Quais são consequências da Acrotomof
ilia?
 

As consequências da acrotomofilia
podem ser graves para a saúde mental e emocional da pessoa e para as relações
interpessoais. Pode levar a comportamentos sexuais compulsivos, depressão,
ansiedade e isolamento social. 

 

Além disso, pode afetar a
capacidade da pessoa de estabelecer e manter relacionamentos sexuais saudáveis
e satisfatórios com parceiros que não têm deficiências ou amputações.

  




PUBLICIDADE

2.3.
Quais são os sintomas da Acrotomofilia?
 

Os sintomas da acrotomofilia
incluem fantasias sexuais repetitivas, comportamentos sexuais compulsivos e
preocupação excessiva com o objeto de desejo. 

 

A pessoa pode sentir uma forte
atração por pessoas que têm uma ou mais partes do corpo amputadas, como braços,
pernas, dedos ou mãos.

  




PUBLICIDADE

2.4. Como
a Acrotomofilia é tratada?
 

O tratamento da acrotomofilia
pode envolver a terapia sexual e a terapia comportamental, que podem ajudar a
pessoa a lidar com seus desejos sexuais e a desenvolver relações sexuais e
afetivas saudáveis. 

 

Em casos mais extremos, a terapia
pode ser combinada com medicação para controlar impulsos sexuais indesejados.

 

 É fundamental buscar ajuda
de um profissional de saúde mental qualificado se você ou alguém que você
conhece está lidando com a acrotomofilia.

 

 É importante lembrar que a
acrotomofilia é uma condição que pode afetar negativamente a vida da pessoa e
das pessoas envolvidas em suas atividades sexuais.

É fundamental buscar ajuda de um
profissional de saúde mental qualificado se você ou alguém que você conhece
está lidando com a acrotomofilia.

  




III. CURIOSIDADES SOBRE A ACROTOMOFILIA

PUBLICIDADE

3.1. Como são chamadas as pessoas que sofrem de acrotomofilia?

As pessoas que sofrem de
acrotomofilia são chamadas de acrotomófilos. A acrotomofilia pode ser
considerada uma variação da atração sexual, mas é importante lembrar que o
respeito e a dignidade das pessoas com deficiência devem ser sempre preservados.

 




PUBLICIDADE

3.2. Qual é a história da acrotomofilia?

Não há uma história específica da acrotomofilia, mas sabe-se
que essa condição foi descrita pela primeira vez na literatura médica em 1950
pelo psiquiatra norte-americano John Money. Desde então, a acrotomofilia tem
sido objeto de estudo e discussão na área da sexologia.

Alguns especialistas acreditam que a acrotomofilia pode
estar relacionada a traumas de infância ou a experiências sexuais precoces com
pessoas com deficiência física. No entanto, ainda não há uma explicação clara
para o surgimento dessa parafilia.

É importante ressaltar que a acrotomofilia não deve ser
confundida com o fetiche por próteses ou com o interesse em atividades sexuais
adaptadas para pessoas com deficiência física. A acrotomofilia envolve
exclusivamente a atração sexual por pessoas amputadas.

  




PUBLICIDADE

3.3. O que a Bíblia diz sobre a acrotomofilia?

A acrotomofilia é uma parafilia
que envolve atração sexual por pessoas amputadas. A Bíblia, como um livro
sagrado, não aborda especificamente a acrotomofilia, uma vez que é uma condição
que só foi descrita recentemente na história da medicina.

 

No entanto, a Bíblia ensina sobre
a importância de respeitar e valorizar o corpo humano como um templo sagrado.
Em 1 Coríntios 6:19-20, por exemplo, está escrito: “Ou vocês não sabem que
o corpo de vocês é santuário do Espírito Santo que habita em vocês, que lhes
foi dado por Deus, e que vocês não são de vocês mesmos? Vocês foram comprados
por alto preço. Portanto, glorifiquem a Deus com o corpo de vocês”.

 

A Bíblia também ensina sobre a
importância de tratar todas as pessoas com amor e respeito, independentemente
de suas diferenças. Em Mateus 22:39, Jesus ensina: “E o segundo é
semelhante a ele: ‘Ame o seu próximo como a si mesmo’”.

 

Em resumo, a Bíblia não faz
referência direta à acrotomofilia, mas ensina sobre a importância de valorizar
e respeitar o corpo humano como um presente sagrado de Deus e sobre amar e
respeitar todas as pessoas, independentemente de suas diferenças.

  




IV. 15 EXERCÍCIOS
RESOLVIDOS SOBRE ACROTOMOFILIA

1. O que é acrotomofilia?

 Acrotomofilia é a preferência sexual por pessoas que
tenham alguma parte de seus corpos amputada
.

 

2. Qual é a origem da palavra
“acrotomofilia”?

A palavra
“acrotomofilia” vem do grego “akron” (extremidade),
“tomia” (corte) e “philia” (amor).

 

3. Como a acrotomofilia é classificada na
psicologia?

A acrotomofilia é
classificada como um transtorno parafílico na quinta edição do Manual
Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-5).

  




4. Quais são os sintomas da acrotomofilia?

Os sintomas da
acrotomofilia incluem fantasias sexuais recorrentes envolvendo amputações,
excitação sexual ao ver ou tocar em membros amputados e incapacidade de se
excitar sexualmente sem pensar em amputações.

Ler sobre Abasiofilia: etimologia, conceito, características, causas e consequências 

5. A acrotomofilia é comum?

Não há dados
precisos sobre a prevalência da acrotomofilia, mas estima-se que seja um
fetiche raro.

 

6. A acrotomofilia é perigosa?

A acrotomofilia em
si não é perigosa, mas pode levar a comportamentos sexuais arriscados ou
ilegais se não for tratada adequadamente.

  




7. Como a acrotomofilia é tratada?

A acrotomofilia
pode ser tratada com terapia cognitivo-comportamental, terapia sexual e/ou
medicamentos.

 

8. A acrotomofilia pode ser curada?

Não há cura para a
acrotomofilia, mas o tratamento pode ajudar a controlar os sintomas.

 

9. Qual é a diferença entre acrotomofilia e
apotemnofilia?

A acrotomofilia é
o fetiche por amputados ou pela ideia de ter um membro amputado, enquanto a
apotemnofilia é o desejo de ser amputado.

  




10. A acrotomofilia é ilegal?

A acrotomofilia em
si não é ilegal, mas comportamentos sexuais arriscados ou ilegais relacionados
à acrotomofilia podem ser puníveis por lei.

 

11. Como as pessoas com acrotomofilia se
relacionam com amputados?

As pessoas com
acrotomofilia podem se relacionar com amputados de maneira consensual e
respeitosa, desde que haja consentimento mútuo e respeito pelos limites do
outro.

 

12. A acrotomofilia é considerada uma
deficiência?

Não, a
acrotomofilia não é considerada uma deficiência.

  




13. Como as pessoas com acrotomofilia são
vistas pela sociedade?

As pessoas com
acrotomofilia são frequentemente estigmatizadas e mal compreendidas pela
sociedade.

 

14. Existe alguma organização que apoia
pessoas com acrotomofilia?

Sim, existem
organizações como a The Amputee Coalition of America que oferecem suporte e
recursos para pessoas amputadas e seus parceiros.

 

15. Qual é a opinião da comunidade médica
sobre a acrotomofilia?

A comunidade
médica reconhece a acrotomofilia como um transtorno parafílico e recomenda o
tratamento para ajudar as pessoas a controlar seus sintomas.

 

PUBLICIDADE

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sites MozEstuda

Please select a template!

© 2024 – MozEstuda. Todos os direitos reservados