A origem dos seres vivos: Geração espontânea ou abiogênese

Vamos falar sobre a origem do nosso objeto de estudo: os seres vivos. Para entender isso, precisamos saber como está o nosso planeta desde a sua formação. PUBLICIDADE A Formação da Terra A Terra foi formada há cerca de 4,5 mil milhões de anos e, inicialmente, a sua superfície era constituída por magma quente. As rochas foram formadas posteriormente, à medida que a superfície do nosso planeta esfriava.  As rochas mais antigas que conhecemos datam de 3,9 bilhões de anos e nenhum sinal de vida foi encontrado nelas.   Os primeiros sinais de vida As indicações iniciais da presença de entidades vivas em épocas geológicas anteriores remontam a 3,5 mil milhões de anos atrás. A formação do nosso planeta ocorreu um bilhão de anos antes desta era.  Este período foi marcado por alterações substanciais nas circunstâncias ambientais, que abriram caminho para o surgimento da vida. As origens dos primeiros organismos vivos, a sua evolução e o desenvolvimento da vasta variedade de formas de vida que povoam o nosso mundo hoje têm sido objeto de investigação há muito tempo.  Porém, essa pergunta não é fácil de responder, pois não conseguimos viajar no tempo e observar o início da vida. A questão da origem da vida atormenta a humanidade desde os tempos antigos. Este capítulo se aprofundará nas diversas interpretações dos cientistas do passado e do presente em relação à gênese da vida.   PUBLICIDADE Geração Espontânea ou Abiogênese Antes de meados de 1800, a comunidade científica acreditava que os organismos vivos poderiam surgir espontaneamente a partir de matéria inanimada. Era comumente aceito que a decomposição de cadáveres daria origem a vermes e que a lama dos rios poderia gerar sapos, cobras e até crocodilos.   A hipótese sobre a origem dos seres vivos, que sugere que a vida poderia surgir espontaneamente a partir de matéria inanimada, é comumente chamada de teoria da “geração espontânea” ou da “abiogênese”. O termo “abiogênese” é construído a partir do prefixo “a-” que significa negação, “bio” que significa vida e “gênese” que significa origem. Refere-se à ideia de que a vida pode surgir de substâncias inanimadas.   Depois que a teoria da geração espontânea foi proposta, os pesquisadores começaram a questionar sua validade e a defender outra teoria, a biogênese. Esta teoria afirma que os organismos vivos surgem de organismos vivos pré-existentes. PUBLICIDADE

Compartilhar

Vamos falar sobre a origem do nosso objeto de estudo: os seres vivos. Para entender isso, precisamos saber como está o nosso planeta desde a sua formação.

A origem dos seres vivos: Geração espontânea ou abiogênese
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

A Formação da Terra

A Terra foi formada há cerca de 4,5 mil milhões de anos e, inicialmente, a sua superfície era constituída por magma quente. As rochas foram formadas posteriormente, à medida que a superfície do nosso planeta esfriava.

 As rochas mais antigas que conhecemos datam de 3,9 bilhões de anos e nenhum sinal de vida foi encontrado nelas.

 

Os primeiros sinais de vida

As indicações iniciais da presença de entidades vivas em épocas geológicas anteriores remontam a 3,5 mil milhões de anos atrás. A formação do nosso planeta ocorreu um bilhão de anos antes desta era.

 Este período foi marcado por alterações substanciais nas circunstâncias ambientais, que abriram caminho para o surgimento da vida. As origens dos primeiros organismos vivos, a sua evolução e o desenvolvimento da vasta variedade de formas de vida que povoam o nosso mundo hoje têm sido objeto de investigação há muito tempo.

 Porém, essa pergunta não é fácil de responder, pois não conseguimos viajar no tempo e observar o início da vida.

A questão da origem da vida atormenta a humanidade desde os tempos antigos. Este capítulo se aprofundará nas diversas interpretações dos cientistas do passado e do presente em relação à gênese da vida.

 
PUBLICIDADE

Geração Espontânea ou Abiogênese

Antes de meados de 1800, a comunidade científica acreditava que os organismos vivos poderiam surgir espontaneamente a partir de matéria inanimada. Era comumente aceito que a decomposição de cadáveres daria origem a vermes e que a lama dos rios poderia gerar sapos, cobras e até crocodilos.

 

A hipótese sobre a origem dos seres vivos, que sugere que a vida poderia surgir espontaneamente a partir de matéria inanimada, é comumente chamada de teoria da “geração espontânea” ou da “abiogênese”. O termo “abiogênese” é construído a partir do prefixo “a-” que significa negação, “bio” que significa vida e “gênese” que significa origem. Refere-se à ideia de que a vida pode surgir de substâncias inanimadas.

 

Depois que a teoria da geração espontânea foi proposta, os pesquisadores começaram a questionar sua validade e a defender outra teoria, a biogênese. Esta teoria afirma que os organismos vivos surgem de organismos vivos pré-existentes.

PUBLICIDADE

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sites MozEstuda

Please select a template!

© 2024 – MozEstuda. Todos os direitos reservados