Como são classificados os custos? Tipos e subtipos

 Os custos são classificados em duas vertentes: pela apropriação ao objeto de custo (podem ser diretos e indiretos) e outra pelo comportamento…

Compartilhar

O custo refere-se ao valor monetário gasto na aquisição de bens ou serviços necessários para a produção de outros bens ou serviços.  

 Os custos são classificados em duas vertentes: pela apropriação ao objeto de custo (podem ser diretos e indiretos) e outra pelo comportamento em relação ao volume de produção (podem ser variáveis e fixos).

Como são classificados os custos?
PUBLICIDADE
Custos: são os gastos aplicados na produção de um novo produto

 

 

Tópicos deste artigo:

Como são classificados os custos?
▰ O que são custos diretos?
    ➽ Quais são as caraterísticas e componentes dos custos diretos?
▰ O que são custos indiretos?
   ➽ Como e feita a alocação dos custos indiretos aos produtos?
   ➽ Quais são os subtipos de custos indiretos?
▰ O que são custos fixos?
     ➽ Como lidar com os custos fixos? 
▰ O que são custos variáveis?
     ➽ Como lidar com os custos fixos? 
 

 

 

Como são classificados os custos?

Os custos podem ser classificados por duas vertentes: uma pela apropriação ao objeto de custo e outra pelo comportamento em relação à variação do volume de produção.

 ➽ Quanto a sua Apropriação: Custos Diretos e Custos Indiretos.

 ➽ Quanto à previsão de Comportamento: Custos Variáveis e Custos Fixos.

 

PUBLICIDADE

▰ O que são custos diretos?

Custos diretos são os gastos de produção que podem ser identificados e mensurados diretamente aos produtos.

 Esses custos estão relacionados aos recursos utilizados na fabricação de um produto específico e podem incluir materiais diretos, mão de obra direta e outros custos diretamente atribuíveis à produção.

Exemplo.: Matéria-prima é um custo direto, porque podemos saber o quanto foi utilizado em cada produto.

 

➽ Quais são as caraterísticas e componentes dos custos diretos?

Os custos diretos são facilmente rastreáveis ​​e podem ser alocados de forma precisa aos produtos.

 Eles são essenciais para determinar o custo de produção de um item específico e são fundamentais para o cálculo do preço de venda, bem como para a análise do desempenho financeiro da empresa.

 

Um dos principais componentes dos custos diretos é o custo dos materiais diretos. Isso inclui todos os materiais que são diretamente utilizados na fabricação do produto final.

 Por exemplo, em uma fábrica de móveis, os materiais diretos podem incluir madeira, tecido, espuma, parafusos e outros componentes utilizados na montagem dos móveis.

 

Outro componente importante dos custos diretos é a mão de obra direta. Isso se refere ao custo da mão de obra envolvida diretamente na produção do produto.

 Por exemplo, os salários dos operários que trabalham nas linhas de montagem ou nas máquinas de produção são considerados custos diretos.

 

 

Ademais, existem outros custos que podem ser considerados como custos diretos, desde que possam ser atribuídos diretamente aos produtos.

 Isso pode incluir despesas com energia elétrica ou água utilizadas no processo produtivo, embalagens específicas para cada produto ou até mesmo a contratação de serviços externos diretamente relacionados à produção.

 

PUBLICIDADE

▰ O que são custos indiretos?

Custos indiretos são os gastos de produção que não podem ser identificados e mensurados diretamente aos produtos. Eles representam os custos necessários para a produção, mas que não podem ser atribuídos de forma precisa a um produto específico.

 Esses custos são comumente chamados de custos indiretos de fabricação ou despesas gerais de fabricação.

 

➽ Exemplos de custos indiretos

Os custos indiretos incluem uma variedade de despesas relacionadas à produção, como aluguel e manutenção da fábrica, salários dos supervisores de produção, energia elétrica, água, seguros, depreciação de equipamentos e ferramentas, entre outros.

 Esses custos são essenciais para o funcionamento da empresa e para a produção dos produtos, mas não podem ser facilmente atribuídos a um produto específico.

 

➽ Como e feita a alocação dos custos indiretos aos produtos?

A alocação dos custos indiretos aos produtos é feita por meio de métodos de rateio. Esses métodos utilizam critérios como horas de mão-de-obra direta, horas-máquina ou valor total da produção para distribuir os custos indiretos entre os produtos fabricados.

 No entanto, é importante ressaltar que a alocação dos custos indiretos é uma estimativa e pode não refletir com precisão o consumo real desses recursos por cada produto.

 

A correta identificação e alocação dos custos indiretos são importantes para a gestão financeira e para a tomada de decisões estratégicas das empresas.

 Uma alocação inadequada dos custos indiretos pode levar a distorções nos cálculos de lucratividade por produto, dificultando a análise do desempenho e a definição de preços adequados.

 

➽ Quais são os subtipos de custos indiretos?

Existem diferentes tipos de custos indiretos que podem variar dependendo do setor e das características específicas da empresa. Alguns exemplos comuns incluem:

1. Custos indiretos fixos

São aqueles que permanecem constantes independentemente do volume de produção. Eles incluem despesas como aluguel da fábrica, salários dos supervisores de produção e seguros.

 Esses custos são considerados fixos porque não variam proporcionalmente ao volume de produção.

 

2. Custos indiretos variáveis

São aqueles que variam proporcionalmente ao volume de produção. Eles incluem despesas como energia elétrica, água e matéria-prima indireta.

 Quanto maior a produção, maior será o consumo desses recursos e, consequentemente, maior será o custo indireto variável.

 

3. Custos indiretos semivariáveis:

 São aqueles que possuem uma parte fixa e uma parte variável. Por exemplo, um custo de manutenção de equipamentos pode ter uma parcela fixa relacionada à manutenção preventiva regular e uma parcela variável relacionada a reparos imprevistos.

 Esses custos são chamados de semivariáveis porque possuem características tanto de custos fixos quanto de custos variáveis.

 

PUBLICIDADE

▰ O que são custos fixos?

Custos fixos são gastos de produção que não aumentam de valor proporcionalmente ao volume de produção.

 Eles são chamados de “fixos” porque permanecem constantes, independentemente do nível de atividade da empresa. Esses custos são necessários para manter a operação da empresa, independentemente da quantidade de produtos ou serviços produzidos.

 
Uma característica importante dos custos fixos é que eles são recorrentes e devem ser pagos independentemente do desempenho da empresa.

 Mesmo que a empresa não esteja gerando receita suficiente para cobrir todos os seus custos variáveis e obter lucro, ela ainda precisa arcar com os custos fixos para manter suas operações em funcionamento.

 

➽ Exemplos de custos fixos

Existem diferentes tipos de custos fixos que uma empresa pode ter. Alguns exemplos comuns incluem aluguel ou pagamento de hipoteca do espaço físico da empresa, salários dos funcionários administrativos, seguro, serviços públicos (como eletricidade e água), manutenção e reparo de equipamentos, entre outros.

 Esses custos são considerados fixos porque não variam com o volume de produção ou vendas.

 

 ➽ Como lidar com os custos fixos? 

Uma estratégia comum para lidar com os custos fixos é buscar maneiras de reduzi-los ou otimizá-los. Isso pode incluir renegociar contratos de aluguel, encontrar fornecedores mais baratos para serviços públicos ou implementar medidas de eficiência energética para reduzir os custos de energia.
 As empresas também podem considerar compartilhar espaço físico ou equipamentos com outras empresas para reduzir os custos fixos.
 

Os custos fixos podem ser uma parte significativa dos gastos totais de uma empresa. Em alguns setores, como o varejo ou a indústria manufatureira, os custos fixos podem representar uma parcela substancial do orçamento total.

 Por exemplo, uma loja de varejo pode ter um alto aluguel mensal para sua localização física, enquanto uma fábrica pode ter altos custos de manutenção e reparo de equipamentos.

 

É importante que as empresas tenham uma compreensão clara de seus custos fixos, pois eles afetam diretamente a lucratividade e a viabilidade financeira do negócio.

 Ao calcular o ponto de equilíbrio, que é o nível de vendas necessário para cobrir todos os custos e atingir o ponto em que a empresa começa a gerar lucro, os custos fixos são um fator crítico a ser considerado.

 
 
PUBLICIDADE

▰ O que são custos variáveis?

 Custos variáveis são os custos de produção que aumentam seu consumo e, consequentemente, seu valor proporcionalmente ao volume produzido.

 Esses custos estão diretamente relacionados à quantidade de produtos ou serviços produzidos e vendidos por uma empresa.

 Eles variam de acordo com a produção e podem incluir despesas como matéria-prima, mão de obra direta, energia elétrica, insumos, embalagens, entre outros.

 

➽ Exemplo prático para entender os custos variáveis

Um exemplo prático para entender os custos variáveis é uma fábrica de camisetas.

 Suponha que essa fábrica tenha um custo variável de $300 MT$ por camiseta produzida. Se a fábrica produzir 100 camisetas em um mês, o custo variável total será de $3.000 MT => (100 * 300 MT).$ Se a produção aumentar para 200 camisetas no próximo mês, o custo variável total será de $60.000 MT => (200 x 300 MT).$ 

 

Os custos variáveis são importantes para as empresas porque afetam diretamente a margem de lucro. Quanto maior o volume de produção, maior será o consumo dos recursos necessários para fabricar os produtos ou fornecer os serviços. Isso pode resultar em um aumento proporcional nos custos variáveis e uma redução na margem de lucro, a menos que o preço de venda também seja ajustado.

 

 ➽ Como lidar com os custos variáveis? 

Uma das estratégias comuns para lidar com os custos variáveis é buscar economias de escala. Isso significa que, à medida que a produção aumenta, os custos variáveis podem ser diluídos em um maior número de unidades produzidas, reduzindo assim o custo médio por unidade.

 Isso pode ser alcançado através da otimização dos processos produtivos, negociação de melhores preços com fornecedores e aumento da eficiência operacional.

 

É importante que as empresas monitorem e controlem seus custos variáveis para garantir a rentabilidade do negócio. Isso pode ser feito através do uso de sistemas de gestão financeira e contábil, análise de indicadores de desempenho e planejamento estratégico.

 

 Baixe também: Todos livros da 10ª classe em PDF AQUI.

Encontre nesta página mais Livros/ e Exames do Sistema Nacional de Ensino, e muitas outras obras importantes para o seu processo de Ensino e/ Aprendizagem

EXAMESLIVROSEXERCÍCIOS
BIOLOGIAFILOSOFIAMATEMÁTICA
PUBLICIDADE

Bons Estudos!

PUBLICIDADE

Deixe o seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Sites MozEstuda

Please select a template!

© 2024 – MozEstuda. Todos os direitos reservados